quinta-feira, 14 de agosto de 2014

ANDA CÁ MONIZ; TEM CALMA FILHO.


Depois do Benfica apregoar a solidez das suas contas durante o consulado do Vieira e a sua genialidade gestora, eis que mais uma vez a boia de salvação, é o Sporting. A Bazófia arrogante que "não era preciso vender jogadores", os "milhões das transferências", entre outros milhões mágicos que deixavam o Benfica pujante financeiramente, eis que era tudo uma grande treta e agora choram ridiculamente na praça pública uma "esmola" que deram aos outros. José Eduardo Moniz outrora proscrito foi o serviçal de serviço para preparar o terreno para entrevista de Vieira. Tinha-o em melhor conta, admito.

A diferença entre o Sporting e o Benfica é que os adeptos do Sporting criticavam a gestão e opunham-se a que o BES emprestasse mais dinheiro ao Sporting, pois percebiam para onde o clube caminhava, enquanto os do Benfica, vivem na ilusão da trafulhice do seu presidente que já fechou o Alverca. Andam de mão estendida, mas com estilo: ah e tal, nós não precisamos, mas como deram aos outros, nós também queremos. A nós também nos custou o achincalhamento público por causa do estado financeiro do clube: só custa o primeiro ano, a seguir, a malta habitua-se.

Depois, a choradeira é com uma entidade privada. Se o BES quisesse perdoar a dívida toda ao Sporting, o que é que o Benfica tinha a ver com isso? E não veem que o BES e os seus gestores estavam entalados com o que fizeram ao Sporting, daí terem de amochar?

A desonestidade dos dirigentes e alguns adeptos do Benfica é tanta que para eles o que uma entidade privada faz, incomoda-os, mas os que entidades públicas ou de interesse público, que violam a concorrência, fazem, já lhe passa açúcar pelos beiços.

- Má inscrição de Ricardo Rocha que daria a perda de pontos ou até a descida de divisão pelo número de jogos mal inscrito que jogou; sendo vendido à pressa para camuflar a façanha. Aqui tudo bem Moniz?

- Sporting e Benfica disputam  Paulo Futre e a RTP, com dinheiro público,  também de sportinguistas, avança 700 mil contos ao Benfica para a compra de Futre. Aqui tudo bem Moniz?

- Acções não cotadas em bolsa, de valor zero, para o pagamento de dívidas ao fisco, que não pagas, dariam a descida de divisão e encerramento de portas. Aqui tudo bem Moniz?

- Dívidas ao fisco perdoadas e não punição pela entrega de uma certidão falsa de pagamento, que daria a descida de divisão e encerramento de portas. Aqui tudo bem Moniz?

- Centro de Estágio do Seixal financiado com dinheiros, também dos Sportinguistas, oferecidos pela Caixa Geral de Depósitos. Aqui tudo bem Moniz?

- Cambalacho ainda abafado com os terrenos para a construção do novo estádio da luz, proporcionado pela Câmara Municipal de Lisboa, entidade pública, que mereceu honras de Vilarinho pedir para votar num determinado partido. Aqui tudo bem Moniz?

O problema do Benfica é que depois de tanta bazófia de Rui Gomes da Silva, Vieira e os seus adeptos, custa vir de calças na mão chorar. Mais uma vez o Sporting, foi e será a salvação do Benfica, ou aquele que convém atacar para entusiasmar os seus adeptos. Nem que para isso, José Eduardo Moniz dê o braço ao Porto. Que tristeza, quando tanto criticaram sermos amigos do Porto. Continuamos a ser o grande rival e o resto é conversa.

O Benfica o que tem a fazer é a sua restruturação, mas depois de tanta caganeira custa sempre mais um bocadinho. Andaram a espalhar portento financeiro e agora andam de cócoras, como o mais reles triste. O Sporting assumiu a realidade, coisa que o Benfica vive permanentemente numa paralela.  Assumir que não têm dinheiro para mandar cantar um cego e que têm de fazer negócios esquisitos para sobreviver é chato, admito.

Imaginem agora entrarmos num banco para negociar porque a senhora da mercearia teve mais uma filhó que eu. Se o ridículo matasse o Vieira já não estava cá. Mas esta encenação foi preparada para a entrevista de vieira que vai atirar mais pás de areia para os olhos dos seus adeptos. Eu disse na altura que esta postura de campeão de perder 20 milhões da Sporttv para dizer que são muita maus ia dar barraca. Depois, é notável o Soares Oliveira dizer que a Benfica TV deu 30 milhões de receita mas não fala no lucro final, ou falar em 200 milhões de vendas e receitas, mas não explicar quanto fica no clube. Segundo se sabe o lucro da Benfica TV é de 8 milhões e desses 200, entraram 80 nos cofres. Mas não, para o José Eduardo Moniz e muitos benfiquistas, a receita foi 230 milhões... Depois... Anda cá Sporting que estou a ir ao fundo.

Para finalizar, convém não esquecer que o Sporting para ter as condições que tem, tem elevadas restrições financeiras, que muitos sportinguistas inclusivamente não percebem, e que não deixarão o Benfica fazer vida de rico e comprar Markovics, Gaitans e Javi Garcias como quem compra Tanakas ou Slimanis. Estarão os reis da bazófia preparados para baixar a garimpa e viveram com Taliscas, ou só querem o Filet Mignon dos perdões, ficando a sardinha seca para os outros? Compreendo que ainda estão em fase de adaptação e choque, mas passa.

Depois notem, eles não pedem reestruturação, mantêm a postura de campeão que têm de lhes dar as mesmas condições mas eles não dão nada. A história dos 6 milhões. Buhhhhhh medo, eles vão fechar as contas. Eles acham que as pessoas são parvas e andam a reboque do futebol. Eu bebo Sagres quando me apetece e isso de só patrocinar o Benfica não me faz mossa. É uma empresa PRIVADA faz o que quer. Admito que mesmo nas lonas, parecem puros garanhões lusitanos.

Brincalhões!

Ps -  a diferença entre isto tudo é que nunca se viu nenhum dirigente do Sporting, em funções, pedir que o Benfica fosse penalizado, ou pedir satisfações das benesses dadas aos encarnados. Tão grandes que se acham e tão ridículos se tornam.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

E PORQUE NÃO ANDRÉ SILVA DO FC PORTO?

É uma pena que o Record não saiba que André Silva, ponta de lança goleador do último europeu sub19, a última Coca Cola do deserto do FC Porto, só tem contrato até 2015, podendo em Janeiro assinar por quem quiser, mas demonstre enorme preocupação por Matheus Pereira, longe do brilhantismo apresentado por André Silva. Ou é isto ou é o Manha mais uma vez, como tanto gosta, a andar com as calças pelos Joelhos.

Era interessante o Sporting ir perguntar sobre o atleta, ao próprio atleta, como o Porto faz com os nossos, o que pretende para o futuro, assim como não quer da coisa. Parece-me que o Porto não levaria a mal, devemos aprender com os melhores, mesmo que isso inflacionasse o ordenado. Mas isto só eu a dizer.

Era só referir que o Porto não aposta na formação e que à frente dele tem o filho de um símbolo do Porto.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

17-07-2014

17-07-2014 

Jeremy Dier

"Dier ama o Sporting e quer continuar"

  
Pai do jovem inglês desmente proposta do Newcastle e refere, em Bola Branca, que o defesa está a gostar de trabalhar com Marco Silva. 

 
Eric Dier acredita que esta será a sua época de afirmação no Sporting e não pensa em sair de Alvalade. A tão publicitada proposta do Newcastle não passa de pura especulação, refere Jeremy Dier, pai e agente do atleta leonino.

"Eu não recebi qualquer proposta do Newcastle e, se existisse uma, teria de passar por mim. Há muita especulação. Ele está feliz no Sporting e cabe-lhe trabalhar para conseguir o seu espaço na equipa", explica, em entrevista a Bola Branca, acrescentando que o filho está a gostar de trabalhar com Marco Silva, novo treinador do Sporting.

Jeremy Dier não esconde, por isso, o incómodo que as críticas que têm vindo a ser dirigidas ao filho lhe estão a causar. Eric ter-se-á recusado a renovar contrato com os leões, rejeitando os termos do novo vínculo, mas o progenitor do defesa inglês de 20 anos nega tudo.

"Ele sempre foi fiel ao clube onde é muito feliz. Ama o Sporting, ama jogar no Sporting e quer continuar no clube. É falso que tenha recusado qualquer oferta de renovação de contrato, por parte do Sporting. Vai tentar jogar mais na próxima temporada, mas a última palavra é do treinador", completa.
 
PS - Há meia dúzia de dias a família Dier veio com esta conversa. Sem querer tirar partido: ou são parvos, malucos, gostam de sofrer, ou mentirosos, dado que ninguém os obrigou a ter estas declarações. Se o filhote estava a ser sodomizado não bastava ficar calado?!

sábado, 2 de agosto de 2014

A APRESENTAÇÃO E O SIR ERIC

Quanto ao jogo de ontem, o que gostei mais foi da pressão a todo o campo; do entrosamento mesmo na segunda parte com uma equipa nova; e de Pereirinha ter respeitado o clube que o formou, oferecendo a bola à Juventude Leonina quando estava isolado. De resto foi um bom treino para vermos que há equipa. Apreciei também o espírito saudável que parece haver no grupo. Outra coisa: Com Bruno de Carvalho no banco, Shikabla, mesmo jogando o tempo que leva a percorrer do banco de suplentes à entrada do túnel, deve ter pensado duas vezes antes de arrancar para o balneário, e decidiu ficar para a festa. Diferenças.
Então o Eric, um homem de personalidade acima de crítica, com um pai esmerado na educação do filho, ambos mal-tratados pela direcção de Bruno de Carvalho, segundo muito do que se leu na blogosfera sportinguista, não teve uma única palavra na sua apresentação para os adeptos que tanto o apoiaram, gritaram por ele, e enxovalharam o presidente por o ter deixado sair? Mas o Eric não sabe fazer a destrinça entre o Clube e os adeptos? Ou tanto ele como o pai só funcionam ao combustível das libras? Ficava-lhe bem ter dito qualquer coisita àqueles que deixou cá a "chorar" por ele, ou ao clube que o devolveu à sua amada Inglaterra. Este será sempre o problema; num caso destes, diabolizar só uma das partes, normalmente, de prenda, recebe-se autênticas chapadas sem mão. Porque não ando aqui a ganhar créditos, apesar de não ter sentido uma pena extrema com a saída do Sir, custou-me a ausência de algumas palavras, mesmo que circunstanciais, para os que investiram tempo a defender e elogiar a família Dier. E isto porque, apesar da diferença de opinião, sou Sportinguista e odeio que tratem mal os "meus". Meteu tudo no mesmo saco e mandou tudo para o tal sítio. Continuar-se a acreditar que o Eric e o seu pai alguma vez quiseram renovar é como acreditar que o Duarte Gomes alguma vez irá ser imparcial quando apita o Sporting, mesmo num jogo a feijões.
 
Acredito na ingenuidade, não na inocência e na credulidade dos sportinguistas. Esta manifestação de carácter demonstrou a cepa com que é feito, e do próprio pai que cegou por já poder ir ao Festival de Marisco de Olhão, sem olhar aos preços.
PS - Agradeço as palavras simpáticas que me endereçaram no post anterior.

quinta-feira, 31 de julho de 2014

XAU ERIC


Falta acreditarem que o Sporting o mandou embora
Primeiramente e para rematar logo a conversa no que concerne a Bruno de Carvalho, acho que não ficou nada, mas nada chateado com a saída de Eric Dier. E não ficou pelo simples facto que era mais um polo de problemas em virtude de querer jogar em Inglaterra e de ter um pai que ainda não conhece mais que Marbella em regime de meia pensão, a viajar na Easy Jet. Bruno de Carvalho quer limpar todos os focos de instabilidade no plantel, e na própria Academia o mais rapidamente possível, nem que para isso tenha de sofrer algumas baixas. Se repararem a época passada levamos com a história do Dier ciclicamente, agora aparece o Matheus Pereira, sem esquecer o Bruma e o Ilori. Hoje o plantel está cada vez mais blindado para ser gerido dentro e fora de campo com mais tranquilidade. Para isto tem havido um custo doloroso. Talvez a saída do Dier faça perceber aos mais cépticos o porquê das cláusulas elevadas e dos contratos de longa duração. Tenho visto muita gente a rir deste facto...
Não se iludam que o Eric Dier nunca quis renovar. Só quem não quiser ler nas entrelinhas pode pensar o contrário. Outra coisa que me deixa estupefacto é quererem fazer de Dier o melhor central do Sporting ou dos melhores do mundo. É certo que o vi fazer bons jogos, mas também o vi levar um nó do Enzo que nem nos infantis, ou deixar a bola bater à sua frente e passar-lhe por cima. Basta recuar aos jogos da B do ano passado, ou a 2/3 que fez na primeira equipa para provar que ainda tem muito que pedalar. Pelo que jogou não vale nem perto dos 5 milhões, pelo que pode valer, parece-me barato, admito. Cada um retire as suas conclusões.
 
Quanto à cláusula dos 5 milhões para Inglaterra não me admira nada, dado que no tempo de Godinho Lopes para termos 100% de um jogador era necessário juntarmos 50 jogadores. Quantas décadas vamos pagar o mal que nos fizeram?
 
Para terminar, vejo muita gente a seguir a linha do blogue Cegos de Mercado, que a culpa das saídas de Bruma, Ilori e agora Dier é desta direcção. O blogue Cegos de Mercado apresenta-se pela sua sapiência sobre futebol, quando repetiu dezenas de vezes que Moutinho era "banal" e um "jogador fraco". Depois vai ao google para fazer artigos sobre jogadores desconhecidos. Ou seja, tem pouco para dar ao nível de conhecimento sobre futebol. Para os Cegos de Mercado e que colhe em muitos Sportinguistas, o Sporting devia ter renovado com Bruma, Ilori e Dier a qualquer preço. Para estes visionários de mercado, Bruno de Carvalho foi incompetente. Ou seja, deveria ter dado 2 milhões a Bruma, 1,5 a Ilori, e mais, deve andar na mesma casa, 1,5 a Dier. Assim, oferecer 5 milhões ano a 3 jogadores que ainda não tinham/têm provado nada, sem esquecer os 4 milhões que o Catio e o Bebiano mamaram de comissão. E, com um orçamento na casa dos 20 milhões, ter 15 (11? Pagando 4 milhões aos agentes de Bruma) milhões para oferecer aos restantes 18 jogadores, seria a solução mágica dos cegos. Era esta a estratégia dos Cegos de Mercado: brilhante. Depois, se estes não dessem, paciência, não se pode exigir porque são jovens, mas, chatice das chatices, não haveria dinheiro para comprar outros jogadores. Viriam os Cegos de Mercado", dizer agora, que o Sporting não podia ir só com "jovens" para a CL, ou que precisava de reforços. Visionários de Mercado hem? Além de Cegos de Mercado, também são desonestos intelectualmente, não só pelos alfinetes de peito que fazem ao Benfica e Porto, mas por dizerem que o Sporting "só tinha 3 grandes miúdos": Bruma, Ilori e Dier; quando antes de Bruno de Carvalho renovar com muitos outros, esses mesmos eram vedetas, deixando depois de renovar de o ser, pelos vistos. Tobias é o caso mais flagrante. Para os Cegos de Mercado, só os que não renovam são bons. William "é outra coisa" dizem eles, porque invalida a sua opinião "patética". Amigos, não vão por pessoal que escrevem com as calças a meio das pernas, e pedem cliques na pub. Qualquer pessoa deve deixar que lhe reconheçam o mérito e não pedi-lo a fazer beicinho birrento. Ah, e o estilo narcísico de vão de escada de censurarem comentários que não lhes fazem os falácios que se acham merecedores, diz muito do carácter dessas pessoas.
 
Como qualquer um de vós fiquei aborrecido com a saída de Dier, como com a de Bruma ou a de Ilori, mas para ficar com putos que sentem alergia ao equipamento do Sporting, sem ser por causa dos calções, não sei se é a melhor politica. Levar mais 24 meses com o renova não renova de Dier seria esgotante. O que vale é que Bruma e Ilori estão fortes e a jogar bem...
Abraços a todos.

PS - Felizmente apareceu um clube que deu a garantia ao pai de Dier que o filho iria jogar. Tudo é tão belo.

segunda-feira, 17 de março de 2014

PROENÇA MAIS UMA VEZ BENEFICIA FC PORTO

O Sporting ontem foi "beneficiado" com um lance fora de jogo, não com um golo fora de jogo, pela equipa de arbitragem liderada pelo árbitro PEDRO PROENÇA. Como foi prejudicado com uma penalidade não assinalada pelo árbitro PEDRO PROENÇA no jogo Estoril vs Sporting (falta sobre Montero), que não foi vista. Ao invés, a penalidade inexistente, marcada com olho de lince pelo árbitro PEDRO PROENÇA no jogo FC Porto vs Guimarães, deu a vitória por 1-0 aos azuis e brancos.

Indo a contas: se retirarmos os 2 pontos (ao Sporting) do lance de ontem em que André Martins parte fora de jogo, os 2 pontos que o Porto ganhou indevidamente ao Guimarães, e acrescentarmos os dois pontos que foram retirados aos Sporting contra o Estoril, concluímos que o árbitro PEDRO PROENÇA, este ano, relativamente ao Sporting, beneficiou o Porto com 2 pontos. São factos, de lances que influenciaram directamente os resultados. Pelos jogos apitados pelo árbitro PEDRO PROENÇA, o Porto deveria ter menos 2 pontos na classificação, algo que distanciava ainda mais o Sporting.

Dito isto, tarda em o Sporting ser beneficiado directamente como o Porto o foi com o Guimarães. Ficarmos com o rótulo de beneficiados em lances que começam meia hora antes do golo, tem muito que se lhe diga e de interessante.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Vamos a contas!

É rápido:

Últimos jogos que empatamos em casa:

Rio Ave - Penalty por marcar; mão na bola; Xistra.

Nacional - Golo anulado a Slimani; Mota;

Académica - Penalty por marcar; braço na bola; Paulo Baptista.

Taça de Portugal:

Benfica - roubalheira do Duarte Gomes.

Taça da Liga:

É o que se sabe.

Resultado: Gamados 6 pontos e fora das taças.

Tivemos o beneficio de 1 ponto com o Benfica, apesar do golo de Montero não ser directo do fora de jogo. Nos restantes jogos (2 golos fora de jogo de Montero) ganhamos por 2 ou mais golos.

PS - Até quando seremos gamados à conta dos 3 golos em fora de jogo de Montero que nos deram 1 ponto ?!

PS - Por curiosidade, nos últimos jogos que o Benfica não ganhou, Arouca e Gil Vicente, teve dois penaltys nos descontos. Coincidências...